Campanhas que Voaram

Casal desolado se abraça após ter o único veículo de trabalho incendiado e pede ajuda para comprar nova carreta

Casal desolado se abraça após ter o único veículo de trabalho incendiado e pede ajuda para comprar nova carreta

A caminho de uma entrega, Dona Sueli e seu marido tiveram a carreta, único instrumento de trabalho, incendiada no meio da estrada. Sem o caminhão, eles estão sem renda e passando dificuldades 😔.

111%
111%

R$ 75.000,00
meta

R$ 83.487,00
arrecadado

Ajude mãe de quadrigêmeos com paralisia cerebral ter o seu carro adaptado para transportar as crianças

Ajude mãe de quadrigêmeos com paralisia cerebral ter o seu carro adaptado para transportar as crianças

Patrícia, 36 anos, enfrenta a rotina de cuidar sozinha de seus filhos quadrigêmeos que possuem paralisia cerebral entre outras complicações. Ela necessita muito mesmo de um carro para conseguir levá-los ao médico e as fisioterapias.

128%
128%

R$ 68.000,00
meta

R$ 87.207,00
arrecadado

Pai de família mora em casa de madeira improvisada e sonha construir um lar mais seguro para viver com sua família

Pai de família mora em casa de madeira improvisada e sonha construir um lar mais seguro para viver com sua família

Robson, 28 anos, vive com sua esposa e sua filhinha de apenas 2 anos em uma casa de madeira totalmente improvisada com pedaços de PVC e pedaços de armário. Ele precisa da nossa ajudar para construir um lar seguro para a família.

216%
216%

R$ 65.000,00
meta

R$ 140.551,00
arrecadado

Campanha para família de menino de 14 anos flagrado estudando enquanto trabalha na rua se manter nesta pandemia

Campanha para família de menino de 14 anos flagrado estudando enquanto trabalha na rua se manter nesta pandemia

Felipe tem 14 anos e foi flagrado estudando enquanto trabalhava na rua vendendo açaí para ajudar no sustento de casa para não perder o ano escolar. A família depende das vendas que caíram bastante nesta pandemia.

104%
104%

R$ 30.000,00
meta

R$ 31.264,69
arrecadado

Jovem adota idosa de 70 anos que morava em hospital e precisa de um lar para viverem

Jovem adota idosa de 70 anos que morava em hospital e precisa de um lar para viverem

Gláucia tem apenas 28 anos e se tornou mãe de uma idosa de 70 anos que morou por mais de 60 num hospital em Araraquara (SP). Sustentando a casa sozinha, seu sonho é conseguir uma casa própria para viverem melhor.

103%
103%

R$ 75.000,00
meta

R$ 77.451,00
arrecadado

Após ser despejado, Wellington passou a dormir no carro com seus seis cães. Vamos conseguir um lar para eles?

Após ser despejado, Wellington passou a dormir no carro com seus seis cães. Vamos conseguir um lar para eles?

Gente, que situação difícil do Wellington. De um dia para outro ele se viu perdido, na rua, dormindo no carro com os seus seis cachorros, após ter que deixar sua casa alugada. 💔 Ele precisa de ajudar para alugar uma casa e recomeçar.

109%
109%

R$ 30.000,00
meta

R$ 32.698,00
arrecadado

Ajude o seu Luiz, idoso que trabalha como carroceiro, a se manter na pandemia

Ajude o seu Luiz, idoso que trabalha como carroceiro, a se manter na pandemia

Sempre com um sorriso no rosto e o samba como companhia, seu Luiz de 74 anos puxa todos os dia a sua carroça no centro de São Paulo. Mas agora ele precisa da nossa força para se manter nessa pandemia.

111%
111%

R$ 30.000,00
meta

R$ 33.237,00
arrecadado

Vanessa foi despejada junto com seus cães após perder o emprego e precisa da nossa ajuda

Vanessa foi despejada junto com seus cães após perder o emprego e precisa da nossa ajuda

A ajudante de cozinha Vanessa perdeu seu emprego durante a pandemia e acabou sendo despejada de casa junto com seus 3 cães por não ter como pagar o aluguel. Sem nenhum dinheiro e sem ajuda, ela passou a dormir na rua com seus cachorros.

131%
131%

R$ 23.000,00
meta

R$ 30.241,00
arrecadado

Mulher vende bala no semáforo para sustentar seus filhos e chora ao contar que falta comida em casa

Mulher vende bala no semáforo para sustentar seus filhos e chora ao contar que falta comida em casa

Desempregada há 3 anos, Cris trabalha fantasiada de palhaço no semáforo de Piracicaba (SP) vendendo balas para sustentar a casa. Ela e seu marido, que também está desempregado, se revezam para cuidar dos filhos e ir ao sinal vender os doces.

230%
230%

R$ 30.000,00
meta

R$ 68.893,00
arrecadado