Salve os índios Yanomami que estão morrendo de desnutrição devido ao garimpo ilegal

[Pessoal, conseguimos bater a primeira meta de R$ 200 mil! Vocês são incríveis. Continuem compartilhando a campanha com os amigos e vamos na busca da segunda meta de R$ 400 mil para que possamos alcançar mais famílias!]

Os índios da Terra Yanomami, que fica em Roraima, especialmente as crianças, estão morrendo de desnutrição. 😔 A causa está diretamente ligada ao garimpo ilegal de ouro que contamina os rios (impossibilitando a pesca), mata os animais, devido aos desmatamento (com isso, não conseguem caçar) e impacta na disponibilidade de alimentos, já que as terras ficam sem condições de plantio. Muito triste!

Há, inclusive, relatos de crianças que se afogaram ao tentar fugir durante os ataques de garimpeiros. A presença deles também levou aos indígenas a transmissão da Covid-19 e Malária, piorando ainda mais o cenário da comunidade que possui cerca de 16 mil pessoas.

Infelizmente, as famílias não têm contado com o suporte do Governo para alimentação e saúde. Eles necessitam muito de alimentos, fraldas infantis e geriátricas e retomar o seu plantio para sua auto subsistência. Mas, a prioridade maior no momento é a cesta básica para essas famílias.

Com intermédio do Instituto a Nossa Jornada e com o apoio do Júnior Hekurari Yanomami presidente do Conselho de Saúde Indígena Yanomami e Ye'kuanna (Condisi-YY).

A primeira meta da vaquinha é de R$ 200 mil e a segunda será de R$ 400 para levar no total 3.200 cestas básicas (cada cesta custa R$ 100), comprar fraldas e se possível, também sementes de mandioca, banana e batata doce.

A cesta básica que necessitam é diferenciada, já que devido aos seus costumes não consomem as mesmas coisas que nós, nela contém:

  • Arroz
  • Leite
  • Proteína
  • Macarrão 
  • Farinha
  • Flocos de milho
  • Aveia
  • Farinha láctea (para crianças) 
  • Açúcar
Acompanhe pelo Instagram também: @institutoanossajornada e @condisiyanomami

 
O  valor mínimo da doação na plataforma é de R$25,00 por conta das taxas bancárias. Se você quiser, pode combinar com os amigos e dividir o valor entre vocês, que tal?
 
Sobre a nossa taxa: a Voaa consegue se manter com a comissão de 13% cobrada pelas campanhas na plataforma. Com ela, conseguimos remunerar os serviços de pagamento e anti-fraude, T.I, ferramentas e equipe que une suas forças para que as metas sejam batidas e os sonhos realizados. Todos os beneficiários participam da Voaa cientes dessa taxa. Saiba mais clicando aqui.

A equipe da VOAA apura todas as vaquinhas publicadas na plataforma. Acompanhamos as histórias antes, durante e após finalizar as campanhas em nossas redes sociais. Acesse todos os desfechos também pelas matérias no site do Razões clicando aqui.

Problemas com pagamentos? Envie e-mail para [email protected] ou clique no balãozinho ao lado no nosso chat.