Compre os salgados do Leonardo que parou de fazer delivery para proteger o filho com doença sem cura do coronavírus

O morador de Nova Iguaçu (RJ), Leonardo Oliveira, 30 anos, tem enfrentado ao lado da esposa Janete de Sá, 24 anos, dificuldades para o tratamento do filho Fábio Oliveira, de 2 anos, diagnosticado aos cinco meses de vida com Síndrome de West e Esclerose Tuberosa.

Graças a uma campanha na VOAA, o casal conseguiu montar a sua salgadaria comprando freezer, uma moto e uma fritadeira.

Mas, infelizmente, eles foram atingidos pela crise da pandemia do coronavírus e desde a quarentena estão sem renda. A fábrica que eles compram os salgados está fechada e devido a doença do filho, eles preferiram ficar em casa para zelar pela sua saúde.

Para ajudá-lo neste período de crise que está prejudicando em massa os trabalhadores informais, lançamos na VOAA o “Mercado Solidário”.

Nele, você compra um serviço ou produto deste trabalhador mesmo sabendo que não receberá essa compra.

E está tudo bem em não receber essa compra, já que o “Mercado Solidário” é uma forma de apoiar esse trabalhador autônomo durante essa quarentena.

Para apoiar o Leonardo basta você “comprar” acima um de seus produtos de forma simbólica, para que no final do dia, ele tenha a garantia de que terá uma renda, mesmo perante o isolamento social.

“Não estamos trabalhando com nosso delivery devido a imunidade baixa do Fábio. Preferimos não correr riscos, estamos em casa já tem uma semana e meia”.

Lembre-se, que para apoiar o Leonardo basta você “comprar” acima um de seus produtos de forma simbólica no “Mercado Solidário”.

O pagamento pode ser feito por meio de boleto bancário ou cartão de crédito.

Para quem quiser contribuir diretamente com ele, entre em contato pelo 21 99408-3336.

Outras dúvidas? Nos mande WhatsApp clicando aqui.