Vaquinha para o padeiro seu Isael montar sua padaria no morro da Rocinha

Mesmo desempregado, o padeiro e morador da favela da Rocinha (RJ), Isael Jacinto da Costa, de 52 anos, já assou e doou cerca de 200 pães para os moradores.

Desempregado desde 2017, ele tem sustentado a família com bicos que consegue, mas seu sonho mesmo é montar uma padaria e ter o seu próprio negócio.

Sua história chegou até nós pelo jornalista Michel Silva do jornal Fala Roça!

Para ajudá-lo, lançamos a vaquinha na VOAA. O valor será para a compra do  maquinário e assim montar a sua padaria.

Clique acima, em "Contribua" e faça a sua doação (em boleto ou cartão de crédito).

Com a falta de emprego, ele sonha em abrir uma padaria no alto do morro

O seu Isael possui os equipamentos básicos da profissão, mas a falta do maquinário é um empecilho para tirar o sonho do papel.

Máquinas como divisora, modeladora, cilindro, amassadeira e um forno turbo podem custar até R$ 5 mil cada.

"Mesmo ele montando a padaria, acredito que ele continuará tendo o bom coração e gratidão de dar pão para quem não tem dinheiro para comprar", afirmou Michel.

Clique acima, em "Contribua" e faça a sua doação (em boleto ou cartão de crédito).

Pães foram preparados com o último salário que ganhou de um “bico”

No início das distribuições, ele assou 200 pães. Segundo Isael, a quantidade atendeu poucas famílias na localidade conhecida como Bica da Palmeira, na parte alta da Rocinha.

Após conseguir um trabalho temporário em uma padaria do morro, ele comprou o material para fazer mais 700 pães.

Nesse bico, o dono da padaria deixou ele assar os pães de graça.

Família ainda não conseguiu o auxílio emergencial do Governo

Natural de Divino São Lourenço, cidade com cerca de 5 mil habitantes, no sul do estado do Espírito Santo, ele saiu da roça para morar na Rocinha há 30 anos.

Pai de 7 filhos, a família é quem ajuda a colocar os pães em sacolas plásticas nos dias de doações. 

“Ninguém aqui em casa foi aprovado ainda. Minha filha me cadastrou, mas na primeira vez não fui aprovado”.

As próximas distribuições de pães ainda não estão garantidas

Só vão acontecer se o padeiro conseguir um emprego fixo ou um novo bico, como vem fazendo nos últimos anos.

Vamos ajudá-lo a realizar esse sonho?

Clique acima, em "Contribua" e faça a sua doação (em boleto ou cartão de crédito).

A equipe da VOAA apura todas as vaquinhas publicadas na plataforma. Acompanhamos as histórias antes, durante e após finalizar as campanhas em nossas redes sociais.

Outras dúvidas? Nos mande WhatsApp clicando aqui.

Fonte/ Informações: Michel Silva | Jornal Fala Roça!

 

 

Batemos a meta do seu Isael, gente! Confira a publicação desse momento

Seu Isael não sabia da vaquinha e o momento da surpresa foi muito emocionante. Confira a publicação clicando aqui