Vaquinha para Anderson que faz entregas de bicicleta conseguir comprar uma moto para trabalhar



Desde o início da pandemia, o pai de família Anderson Silva, de cidade de Vitória de Santo Antão, interior de Pernambuco, começou juntamente com a esposa e uma amiga da família a fazer almoços para entrega.

Mas essa cara batalhador faz entregas de bicicleta no horário mais quente do dia: das 10h às 14h para entregar o almoço de R$7.

Além disso, o Anderson tem que pedalar de máscara. O que torna o trabalho dele fisicamente mais desgastante.



A vaquinha é para ele comprar uma moto e os ingredientes para o delivery, que hoje é a única renda da casa onde vive ele, a esposa e duas filhas pequenas.

[Clique aqui para contribuir com a vaquinha e faça a sua doação em boleto, cartão de crédito ou Paypal]


Cliente se comove com Anderson


A empresária Kássia Isadora conheceu a história do Anderson após receber em seu Whatsapp o cardápio da lanchonete dele.

Foi quando ele chegou em sua casa de bicicleta, máscara, chinelos e uma mochila nas costas trazendo a marmita.

“Fui até a casa dele e conheci sua família. Descobrir que a bicicleta que o Anderson usa para fazer as entregas, é emprestada e que ele está com o aluguel atrasado”, explicou.

[Clique aqui para contribuir com a vaquinha e faça a sua doação em boleto, cartão de crédito ou Paypal]

.
.

A vaquinha é para o Anderson, que é pai de duas crianças pequenas, comprar uma moto e também conseguir manter seu negócio, já que com o aluguel atrasado, tem semana que ele não consegue comprar os ingredientes para vender o almoço.
 
[Clique aqui para contribuir com a vaquinha e faça a sua doação em boleto, cartão de crédito ou Paypal]

O valor mínimo da doação na plataforma é de R$25,00 por conta das taxas bancárias.

Se você quiser, pode combinar com os amigos e dividir o valor entre vocês, que tal?

A equipe da VOAA apura todas as vaquinhas publicadas na plataforma. Acompanhamos as histórias antes, durante e após finalizar as campanhas em nossas redes sociais.

Problemas com pagamentos? Envie e-mail para [email protected]