Vaquinha para Halley, menino que vende doces na rua para ajudar a família

O morador de Cabo de Santo Agostinho (PE), Saulo Albuquerque, encontrou o pequeno Halley, de 11 anos, vendendo doces na rua para ajudar no sustento de casa.

Ficamos comovidos com a situação do menino e juntamente com Saulo, fomos conhecer a história da família.

Descobrimos que Halley mora numa casa simples com a mãe, a gesseira Edilane e mais 6 irmãos pequenos.

Para contribuir, clique acima em "Contribua" e faça a sua doação em boleto, cartão de crédito ou Paypal.

Edilane é mãe solo e hoje sustenta os filhos com o dinheiro do auxílio emergencial, mas a renda da família vem do seu trabalho artesanal com gesso.

Porém, a placa que ela usa quebrou e ela tem ficado sem renda.

Para ajudá-la a investir no seu trabalho com compra de formas e matéria-prima e também para que a família tenha um suporte durante essa pandemia, lançamos sua vaquinha.

A mãe contou que a iniciativa foi do filho ao ver que estavam sem comida

“Ele é um menino muito dedicado e ficou preocupado com a situação financeira de casa”, contou a mãe.

O valor da vaquinha ajudará essa mãe a investir no seu trabalho com gessos e dará a família um bom suporte durante essa pandemia.

Para contribuir, clique acima em "Contribua" e faça a sua doação em boleto, cartão de crédito ou Paypal.

O valor mínimo da doação na plataforma é R$25,00 por conta das taxas bancárias.

Se você quiser, pode combinar com os amigos e dividir o valor entre vocês, que tal?

A equipe da VOAA apura todas as vaquinhas publicadas na plataforma. Acompanhamos as histórias antes, durante e após finalizar as campanhas em nossas redes sociais.

Outras dúvidas? Nos mande WhatsApp clicando aqui.

Parte I: batemos a meta da vaquinha e a mãe do Halley explicou como o valor será utilizado em seu negócio e no sustento de casa. Clica aqui e assista ao vídeo.

Parte II: com o valor arrecadado na vaquinha, a mãe de Halley está montando uma lojinha de gesso e vai conseguir investir no material e no trabalho que traz renda, e também terão um suporte durante essa pandemia. Assista ao vídeo clicando aqui.