logo voaa
voltar

Filtrar vaquinha por

Categorias

Filtrar

Vaquinha para Leandro, de 14 anos, que sofreu humilhação na rua, vendendo suas empanadas para ajudar a família

História

R$ 159.250,99
114%
R$ 140.000,00 META
30DIAS RESTANTES

[Uhuuul, obrigada gente !! Batemos a meta e a familia vai conseguir realizar o sonho de ter sua lanchonete novamente, logo Leandro não precisará mais ir as ruas para vender. Se você quer continuar, contribuindo com uma linda causa, temos uma campanha para entregar cestas básicas às famílias de Fortaleza, que pegam comida no caminhão de lixo para sobreviver. Clique aqui e contrinua! ]


Leandro tem 14 anos, mora em Praia Grande (SP) com seus pais Edgardo, de 64 anos, sua mãe Maria, de 39 anos, seu irmão Alexandro de 15 anos, e mais três irmãos menores. A família de Leandro é da Argentina e relacionada ao Brasil, em busca de uma vida melhor.

A família morava na cidade de SP e tinha um restaurante de doces e empanadas, no bairro de Santa Cecília, porém com uma pandemia, eles precisaram fechar o local. Com os negócios parados, eles se mudaram para Praia Grande e tentaram vender seus produtos (empanadas, brownies e muffins) por aplicativo, mas a porcentagem cobrada era muito alta e eles não estavam conseguindo se manter, então tiveram a ideia de vender os produtos na rua. Em média, eles vendem empanadas todos os dias, custando R $ 10,00 cada. Ainda assim, é muito pouco para sustentar toda a família.

Hoje a renda da família vem só da venda das empanadas. Os pais fazem os produtos e os filhos mais velhos vendem na rua, porém, passam eles por muita humilhação, como o Leandro passou, sendo humilhado por um grupo de rapazes, que pisotearam em suas empanadas. A vaquinha será para ajudar no sustento da casa e realizar o sonho da família em poder abrir uma loja. Assim, nenhum dos meninos voltar às ruas.

# Na última sexta-feira (24/09), Leandro foi humilhado por um grupo de rapazes, enquanto estava vendendo as empanadas

Os rapazes disseram à Leandro que as empanadas, feitas por uma receita especial de sua avó, não eram de qualidade e nem possuíam higiene na venda, sendo que todas as empanadas eram embaladas e feitas com muito carinho.

Além disso, os rapazes tiraram como empanadas das caixas, elas caíram e eles pisotearam algumas. Isso tudo fez o Leandro entrar em desespero e ele chorou muito.

Duas amigas de Leandro: Luana e Gabi, presenciaram a humilhação que ele sofreu e ficaram com muita dó. As meninas pagaram o prejuízo dos rapazes e ainda ajudaram os irmãos a vender o restante das empanadas. Elas divulgaram em suas redes sociais o ocorrido e a história chegou até nós.

"O Leandro estava chorando muito. Foi uma das piores cenas da minha vida, nunca havia presenciado algo assim, era o mínimo que podíamos fazer." - conta Luana.

Vamos transformar mais uma história juntos? Acompanhe o Leandro em @lciancagliniullua e o Alexandro em @alexandrociancaglini

#ACEITAMOS PIX E SEM Doação MÍNIMA! É só copiar o código na finalização da doação e colar na área "PIX COPIA E COLA" do seu banco para colaborar com essa história.

Para pagamentos em boleto, cartão de crédito e Paypal, o  valor mínimo da doação na plataforma é de R $ 25,00. Se você quiser, pode combinar com os amigos e dividir o valor entre vocês, que tal?  

Sobre a nossa taxa: a Voaa consegue se manter com uma comissão de 13% cobrada pelas campanhas na plataforma.  Com ela, conseguimos remunerar os serviços de pagamento e anti-fraude, TI, ferramentas e equipe que une suas opções para que as metas sejam batidas e os sonhos realizados.  Todos os beneficiários participam da Voaa cientes dessa taxa.  Saiba mais  clicando aqui. 

A equipe da VOAA apura todas as vaquinhas publicadas na plataforma. Acompanhamos as histórias antes, durante e após finalizar as campanhas em nossas redes sociais. Acesse todos os desfechos também pelas matérias no site do Razões  clicando aqui.      

Problemas com pagamentos? Envie e-mail para suporte@voaa.me ou clique no balãozinho ao lado no nosso chat.    
Contato

Rua Antônio das chagas, 81 - São Paulo-SP
CEP 04714-000 - CNPJ 36.687.442/0001-03