Jovem adota idosa de 70 anos que morava em hospital e precisa de um lar para viverem


Gente, a Gláucia tem apenas 28 anos e se tornou mãe (isso mesmo!), mãe de uma idosa de 70 anos, que morou por 60 num hospital em Araraquara (SP). Hoje, Gláucia sustenta sozinha a casa que mora com a idosa e uma filha mais nova de 3 anos. Seu sonho é conseguir uma casa própria para viverem melhor.

Cotinha, como é carinhosamente chamada a idosa, chegou no hospital ainda criança sem identidade, após ela e seu irmão mais novo serem atropelados por um caminhão.

Na época, o hospital anunciou que tinha encontrado duas crianças, mas ninguém apareceu. Seu irmão não resistiu e morreu, e desde o acidente, Cotinha passou a morar no hospital.

[Vamos transformar a vida dessas mulher incrível!
Clique aqui e faça a sua doação em boleto, cartão de crédito ou Paypal]


Foi trabalhando como copeira nesse hospital que Gláucia conheceu a idosa. Mas, logo depois, o hospital fechou, deixando Cotinha num abrigo.

Ouvindo seu coração, Gláucia foi atrás da idosa, que, chorando, pediu para tirá-la de lá. Mesmo desempregada e com uma filha pequena, Gláucia adotou a idosa.

“Eu falei assim: ‘Se é pra passar fome, a gente vai passar juntas!’. Eu falo que quando ela tinha 40 anos, eu nasci. A mãe dela nasceu".

Aí minha gente, o laço entre elas foi tão forte, que Cotinha passou a chamá-la de mãe.

Mas, com o salário de copeira, emprego que conseguiu recentemente, e com o pequeno benefício da Cotinha, Gláucia paga com muitas dificuldades as contas de casa, inclusive o aluguel.

Para que ela e sua família possam ter mais qualidade de vida, a vaquinha é para ajudá-la a ter uma casinha própria.


[Vamos transformar a vida dessas mulher incrível! Clique aqui e faça a sua doação em boleto, cartão de crédito ou Paypal]

O valor mínimo da doação na plataforma é de R$25,00 por conta das taxas bancárias.

Se você quiser, pode combinar com os amigos e dividir o valor entre vocês, que tal?

A equipe da VOAA apura todas as vaquinhas publicadas na plataforma. Acompanhamos as histórias antes, durante e após finalizar as campanhas em nossas redes sociais.

Problemas com pagamentos? Envie e-mail para [email protected]