O IADHEC precisa de você para continuar sua missão de ajudar pessoas com deficiência


Desde que a pandemia chegou ao país, muitas instituições vêm enfrentando dificuldades para se manter e continuar atendendo quem mais precisa. Com o Instituto Aplicado ao Desenvolvimento Humano Educação e Cultura (IADHEC) de São Paulo (SP) não é diferente. Infelizmente, o instituto que complementa sua renda há 27 anos com doações e eventos beneficentes está precisando da sua ajuda.

A escola, que hoje faz a diferença na vida de 77 alunos com deficiência e em vulnerabilidade social, corre o risco de encerrar suas atividades. Lá, os alunos participam de ações e projetos educacionais, culturais, esportivos e terapêuticos com um time de profissionais que se dedica diariamente a oferecer o melhor para eles.

“Queremos convidar as pessoas a se unirem a nós nesse compromisso de manter nossa capacidade de ajudar essas famílias. Queremos continuar nossa missão”

[Agora, mais do que nunca, a instituição precisa da sua ajuda para continuar existindo! Clique aqui e ajude o IADHEC]


INSTITUTO ESTÁ SEM FUNDOS PARA CONTINUAR TRABALHANDO

Infelizmente, durante os últimos meses, o IADHEC teve uma perda de 30% das mensalidades e está operando no vermelho. 

“O instituto não tem outra renda que não seja as mensalidades de alunos pagantes e doações. Só em doações, tivemos uma redução de 25%”, afirma a gestora geral do IADHEC, Sandra Ferrini.

O valor da campanha é para garantir que a escola continue atendendo os alunos bolsistas (que hoje correspondem a 60% do total de alunos) e também os profissionais que tiveram uma redução de valores de contrato.

Para se ter ideia, cada profissional do IADHEC se dedica praticamente à rotina de um aluno. E a ligação com eles é tão relevante que, mesmo durante a pandemia, todas as atividades escolares, culturais e terapêuticas foram mantidas de forma remota.

Segundo a mãe de um dos alunos, a instituição é como se fosse uma família para ela e o filho e que, todos os dias, ele anseia pelo encontro com as professoras e terapeutas.

“O meu filho cresceu demais nesses anos com a escola. Os profissionais têm uma responsabilidade gigante no crescimento psicológico, moral e afetivo da nossa família”, disse a mãe de um aluno. 

[Agora, mais do que nunca, a instituição precisa da sua ajuda para continuar existindo! Clique aqui e ajude o IADHEC.]

O valor mínimo da doação na plataforma é de R$ 25,00 por conta das taxas bancárias. Se você quiser, pode combinar com os amigos e dividir o valor entre vocês, que tal?

A equipe da VOAA apura todas as vaquinhas publicadas na plataforma. Acompanhamos as histórias antes, durante e após finalizar as campanhas em nossas redes sociais.

Problemas com pagamentos? Envie e-mail para [email protected]  

Acompanhe os trabalhos do IADHEC em suas redes sociais Instagram e Facebook