Bebê sofre com tumor de 1 quilo no pé que não para de crescer

Bebê sofre com tumor de 1 quilo no pé que não para de crescer

Esse bebê lindo é o Guilherme. Ele tem apenas 1 ano e 7 meses e vive com um tumor benigno e muito grande de 1 quilo no pé esquerdo que não para de crescer.

Seu caso é grave, pois além de causar muita dor, ele corre risco de sofrer uma trombose por ser um local muito vascularizado.

Gui nasceu com uma doença congênita chamada "Malformação arteriovenosa" , que é a ligação anormal das artérias e veias, e foi dela que surgiu esse tumor chamado Linfangioma.

Somente uma cirurgia pode salvar o Gui, porém, para que ela ocorra, ele precisa passar por um tratamento em São Paulo com aplicação de uma enzima chamada bleomicina. Somado a isso todos os dias ele também tem que tomar um remédio chamado Sirolimo para conter o crescimento do tumor e até mesmo, conseguir diminui-lo.

Isso será feito ao decorrer do ano até que o pé dele fique em condições de passar por cirurgia, portanto, a cada 2 meses a família precisará se deslocar de Paragominas (PA) para outro estado.

Os custos desse processo todo para a cirurgia e cura do Gui são altos. A renda da família não cobre valores tão altos. O pai, Everton Pedroso, é músico e faz shows pela cidade, a mãe, Débora, é vendedora.

O caminho do Gui para a cura é longo, após exames e aplicações desse medicamento, ainda passará por avaliação para termos o valor final e exato da cirurgia. 

Por isso, a primeira meta da vaquinha é para o tratamento inicial em São Paulo. Bora ajudar esse anjinho? @baby_guipedroso

.

2023_09_148

Ver mais

Doe Mensalmente

Facilidade para você. Esperança para muita gente!

Saiba mais

Vaquinhas relacionadas

Ver mais

Novidades

3
  • A cirurgia do Gui foi um sucesso <3

    Nessa primeira cirurgia, aproximadamente meio quilo do tumor foi retirado. A remoção não poderia ocorrer numa única cirurgia porque o tumor possui muitos vasos sanguíneos e seria muito perigoso para o Gui.


    Agora, o pequeno seguirá em tratamento, aguardando por outras duas cirurgias que removerão o tumor por completo. Que alívio! 


    Seguimos torcendo pela saúde do Gui!

  • O Gui está evoluindo com o tratamento e a cirurgia já foi autorizada!

    É pra comemorar! A evolução do Gui com o tratamento nos deixa com o coração quentinho. Mais felicidade que isso, é a grande notícia que a primeira cirurgia será em Maio de 2024.

    Até lá, ele seguirá recebendo os cuidados que precisa, que vão garantir que a operação seja um sucesso.❤️


    Veja no vídeo: 

  • Batemos a meta!

    Ahh, que felicidadee! Agora o Gui vai ter acesso a tudo que precisa pra que tenha a melhor qualidade de vida e possa retirar o tumor <3 

    Tudo isso graças a sua ajuda. 🥰

    Vem ver o agradecimento da família: 



Doadores

5840
  • Anônimo
    R$ 3,02
  • Paloma dos santos araujo
    R$ 9,00
  • Anônimo
    R$ 20,00
  • Anônimo
    R$ 5,00
  • Raimundo fagner correia Nicolau
    R$ 2,00
  • Natalia
    R$ 20,00

Mensagens

0
  • Amanda Tarcila

    Glória a Deus, estou torcendo por você gui 🙏🏼❤️🙏🏼❤️🙏🏼

    0
  • Hildilene Cutrim Souza

    Ja deu tudo certo pequeno 🙏que Deus abençoe vc sempre. Estarei aqui na torcida e orando por vc 🙏

    1
  • Caroline Fernandes

    Vai dar tudo certo, logo o pequeno vai estar bem 🙏🏼 Que Deus abençoe e ilumine nesta trajetória 🙏🏼

    3
  • Marcos Paulo

    Tudo de bom pra você meu pequeno. Deus está sempre com você e nós brasileiros de bem tb.. 🙏

    3
cirurgiacriançatumor
Criado em 19 de setembro de 2023
Saúde

Doe por pix sem valor mínimo!
Basta escanear o QR CODE ou através do CÓDIGO COPIA E COLA. Para pagamentos em boleto, cartão de crédito e Paypal, o valor mínimo da doação na plataforma é de R$ 25. Se você quiser, pode combinar com os amigos e dividir o valor entre vocês, que tal? 💖

Quer saber mais sobre a nossa taxa? Clique aqui.
Problemas com pagamentos? Envie e-mail para suporte@voaa.me ou clique no balãozinho ao lado no nosso chat.

ARRECADADOR$ 0
De R$ 180.000
Encerrada0%

Encerrada em 16/10/2023

O resgate do valor deverá acontecer dentro de 40 dias contados após a data de encerramento.