Campanha para ONG Corrente pelo Bem construir a sua sede no lixão de Jd. Gramacho (RJ)

A ONG Corrente pelo Bem atua há muitos anos no bairro Jardim Gramacho (RJ), levando ajuda humanitária e médica para as famílias que vivem em condições extremas de pobreza na região. Para ter uma ideia, lá funcionou, entre 19976 e 2012, o maior lixão da América Latina. Foi em cima dele que famílias construíram suas vidas! São pessoas que sobreviviam da coleta de recicláveis dos lixão. 

A médica e voluntária da ONG Corrente pelo Bem, Rafaela Bisson, juntamente com outros voluntários da instituição, tentam levar às famílias um atendimento médico, além de alimentação, roupas e muito mais.

“Eles criam feirinha de lixo vencido, leite, macarrão tudo vencido. Eles não tem luz, água, nada”, afirmou Rafaela.

Para ajudar a ONG a crescer com os seus trabalhos, abrimos uma vaquinha na Voaa. O valor de R$35.500 é para a construção de uma sede no local, para que possam estocar as doações e facilitar a distribuição para as famílias, e o valor que conseguirmos a mais, será para a compra de um carro e com ele, conseguir buscar as doações.