Campanha para projeto ter sua kombi e criar escola itinerante para crianças, após ter escola destruída pelo Governo

A pedido do Governo do DF, a polícia militar destruiu pela terceira vez a Escolinha do Cerrado, espaço criado por voluntários numa ocupação em Brasília que ajudava crianças de comunidades carentes a terem acesso às aulas nesta pandemia, já que não possuem internet para as aulas remotas.

A escola foi montada com muita dificuldade e com ajuda de doações. De madeira e com móveis improvisados, o local atendia 20 crianças, e além de oferecer ensino, as crianças também recebiam alimentação.

Para que as crianças não corram o risco de ficarem novamente sem a escola, o projeto quer montar a escolinha dentro de uma Kombi, onde os materiais possam ser guardados e também para que possa alcançar mais crianças. Hoje, sem a estrutura, estão estudando ao ar livre e no chão.

A vaquinha é para a compra dessa Kombi e para que o projeto não pare e se torne uma escola itinerante. Que lindo! Vamos juntos nessa?! Acompanhe o projeto pelo @escoladocerrado


Sobre a ação de desocupação: A ação foi  ordenada pelo governador Ibaneis Rocha em 22 de março, após decisão do presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, autorizar a remoção dos moradores.

Porém, voluntários e ativistas do projeto denunciam o despejo e lembram que a Lei Distrital nº 6.657/2020, sancionada em agosto do ano passado, proíbe remoções e ordens de despejo durante a pandemia.
 
 
O  valor mínimo da doação na plataforma é de R$25,00 por conta das taxas bancárias. Se você quiser, pode combinar com os amigos e dividir o valor entre vocês, que tal?
 
Sobre a nossa taxa: a Voaa consegue se manter com a comissão de 13% cobrada pelas campanhas na plataforma. Com ela, conseguimos remunerar os serviços de pagamento e anti-fraude, T.I, ferramentas e equipe que une suas forças para que as metas sejam batidas e os sonhos realizados. Todos os beneficiários participam da Voaa cientes dessa taxa. Saiba mais clicando aqui.

A equipe da VOAA apura todas as vaquinhas publicadas na plataforma. Acompanhamos as histórias antes, durante e após finalizar as campanhas em nossas redes sociais. Acesse todos os desfechos também pelas matérias no site do Razões clicando aqui.

Problemas com pagamentos? Envie e-mail para [email protected] ou clique no balãozinho ao lado no nosso chat.