Compre as frutas do vendedor Diego Saldanha que está sem renda devido à crise

O vendedor autônomo Diego Saldanha, 34 anos, morador de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, ficou conhecido pelo seu incrível projeto EcoBarreira de limpeza do Rio Atuba, onde passou a sua infância.

Paralelo a esse projeto, Diego trabalha vendendo frutas no sinaleiro. Porém, desde a quarentena, ele está sem renda e precisa de ajuda.

Ele, que é casado e tem dois filhos, de 11 e 7 anos, conta que ainda tem uma reserva para se manter. O problema é saber como será daqui para frente.

“No sinaleiro em que eu trabalho não tem mais nenhum carro. Até por isso comecei a ficar em casa, me resguardando. Estamos economizando tudo o que a gente pode”, contou.

Para ajudá-lo neste período de crise que está prejudicando em massa os trabalhadores informais, lançamos na VOAA o “Mercado Solidário”.

Nele, você compra um serviço ou produto deste trabalhador mesmo sabendo que não receberá essa compra.

E está tudo bem em não receber essa compra, já que o “Mercado Solidário” é uma forma de apoiar esse trabalhador autônomo durante essa quarentena.

Para apoiar o Diego basta você “comprar” acima um de seus produtos de forma simbólica, para que no final do dia, ele tenha a garantia de que terá uma renda, mesmo perante o isolamento social.

Mesmo sem qualquer renda, ele está ajudando o próximo distribuindo kits de higiene para população em situação de rua

“Quando surgiu essa pandemia, fiquei preocupado em tentar uma iniciativa para ajudar as pessoas. Sou ambulante, estou parado, em quarentena, mas bateu essa vontade e fui pesquisar como ajudar”, disse.

O trabalho começou nesta semana e desde então mais de 10 kits já foram espalhados na região onde ele mora, em Colombo.

“Nem por isso a gente vai deixar de fazer alguma coisa para ajudar o próximo. Claro que tem a dificuldade de não estar entrando nada de financeiro, mas é um problema que quase todos estão passando”, afirma.

Lembre-se, que para apoiar o Diego basta você “comprar” acima um de seus produtos de forma simbólica no “Mercado Solidário”.

O pagamento pode ser feito por meio de boleto bancário ou cartão de crédito.

Para quem quiser contribuir diretamente com ele, entre em contato pelo 41 9950-3974.

Outras dúvidas? Nos mande WhatsApp clicando aqui.