Campanha para menino com autismo que teve seus remédios furtados

Quando a dona de casa Cynthia Ribeiro, 46 anos, voltou de uma consulta médica do filho Rafael, de 13 anos, que tem autismo moderado a severo, se deu conta que havia perdido a mochila do menino com os seus remédios num ônibus em São José dos Campos (SP).

Na mochila tinha ainda um vidro de canabidiol, remédio importado que custa quase R$ 2 mil e foi comprado com ajuda de doações pela internet, além do celular dele, fone de ouvido, fraldas, lenço umedecido e roupas.

Com o pedido de ajuda da dona Cynthia nas redes sociais, ela conseguiu que devolvessem a mochila, mas quando abriu a bolsa, não tinham mais as coisas do menino, principalmente o remédio de alto custo.

Seu desabafo repercutiu e uma internauta doou o valor do remédio. Porém, o Rafa precisa fazer o uso dessa medicação todo mês. Uma advogada se voluntariou para entrar com uma liminar e conseguir a medicação pelo Governo.

Por conta da burocracia do processo, a mãe não sabe se será aprovada e quando será.

Para ajudá-la nos custos dessa medicação por pelo menos 6 meses, até que o processo seja concluído, abrimos a sua vaquinha na VOAA.

Custos com o tratamento do filho

Além do autismo, o Rafa tem má formação cerebral e sofre com as crises de epilepsia. A mãe tem custos mensais também com fraldas (tamanho G), pomadas, lenços umedecidos e cremes devido ao problema dele de pele.

Hoje, na casa vive a Cynthia, o Rafa, mais uma filha de 19 anos e o ex-marido e pai do Rafa, Sérgio Reis, único da casa que trabalha.

“Eu e o pai do Rafa nós somos separados desde fevereiro do ano passado, mas decidimos que seria melhor ele ficar aqui em casa devido às crises do Rafa, porque eu sozinha não consigo segurá-lo quando fica agressivo”, explicou a mãe.

Vamos garantir o tratamento do Rafa? Clique em CONTRIBUA e faça a sua contribuição.

Outras dúvidas? Nos mande WhatsApp clicando aqui.

Mudamos o final da história do Rafa, gente. Agora, o garoto segue seu tratamento e está melhor a cada dia. Assista ao vídeo de agradecimento clicando aqui.