Contrate o serviço de cabeleireira da Edileuza que está sem cliente desde a quarentena

A Edileuza da Silva é cabeleireira e trabalha em casa em Taboão da Serra (SP). Mas desde que começou a pandemia, não atendeu mais ninguém e tem passado por dificuldades.

“Está muito complicado, não sei mais o que fazer”, desabafou.

A Edileuza sobrevive com esse trabalho, mas como está tudo parado, ela começou a vender geladinho gourmet para tentar complementar a renda de casa.

Ela vive com a filha adolescente, a casa é de aluguel, e, nos últimos meses, com a dificuldade financeira que tem passado, até está distribuindo currículos para trabalhar em alguma outra área.

Para ajudá-la neste período de crise que está prejudicando em massa os trabalhadores informais, lançamos na VOAA o “Mercado Solidário”.

Nele, você compra um serviço ou produto deste trabalhador mesmo sabendo que não receberá essa compra.

E está tudo bem em não receber essa compra, já que o “Mercado Solidário” é uma forma de apoiar esse trabalhador autônomo durante essa quarentena.

Para apoiar a Edileuza basta você “comprar” acima um de seus serviços de forma simbólica, para que no final do dia, ela tenha a garantia de que terá uma renda, mesmo perante o isolamento social.

Voluntária líder do projeto social Anjos da Madrugada e se doa muito pela causa

Um dos motivos da Edileuza trabalhar em casa é que também ela administra seu dia com os trabalhos no projeto social em Anjos da Madrugada.

A cabeleireira cuida do preparo dos alimentos das ações, organiza doações, faz bazar, tudo na casa dela. 

Inclusive ela e voluntários foram entregar 13 cestas básicas para famílias que moram debaixo de um viaduto em SP, pois estavam sem alimentos.

Agora ela também precisa de uma força nossa

Vamos dar essa força a Edileuza?! Para quem quiser contribuir diretamente com ela, entre em contato pelo 11 95902-8922.

Lembre-se, que para apoiar a Edileuza basta você “comprar” acima um de seus produtos de forma simbólica no “Mercado Solidário”.

O pagamento pode ser feito por meio de boleto bancário ou cartão de crédito.

Outras dúvidas? Nos mande WhatsApp clicando aqui.