Ajude asilo que foi alagado se reerguer para abrigar os mais de 30 idosos

A Casa de Idosos Giuseppe Aras, em Itabela (BA), foi interditada pela prefeitura no fim da manhã na quinta-feira (09) após ficar completamente inundada pelas chuvas.

A situação do local poderia comprometer a saúde dos 34 idosos que estão em isolamento rigoroso por fazerem parte do grupo de risco do coronavírus.

A chuva levou tudo que eles tinham. Perderam todo o maquinário da lavanderia industrial, alimentos, fraldas geriátricas, material de higiene pessoal, freezer, geladeira, tudo mesmo.

Eles estão abrigados provisoriamente na creche da cidade que está fechada devido a pandemia.

“Temos pacientes soropositivas, um grupo grande com Alzheimer, usuário de sonda gástrica e sequelados de AVC. Quase todos hipertensos e diabéticos”, afirmou o coordenador da casa, Ionan Galo.

Os idosos precisaram ser carregados no colo, pois não tinham condições de transitar pelo asilo alagado.

[Idosos dependem de reforma para serem transferidos]

Com o alagamento, o antigo prédio foi interditado e não poderá mais abrigar os idosos.

A única alternativa do asilo é um prédio menor que funcionou uma escola agrícola.

A prefeitura se comprometeu a reformar o local, porém, o prédio precisa de uma série de adaptações, além da ampliação de quartos, banheiros e área de lazer para transferir os idosos.

“Há anos sofremos com alagamentos, pois o asilo foi construído numa área que acumula muita água e está abaixo do nível da rua”.

A fonte de renda do asilo era por meio de eventos beneficentes, mas agora sem um local para realizar essas ações e até mesmo por conta do isolamento social, eles não têm condições de arcar com os custos da obra.

[Conheça a história do asilo fundado há 30 anos]

Fundada em 1990 pelo Frei Ricardo Cetto, a Casa de Idosos Giuseppe Aras é reconhecida como uma das mais respeitáveis instituições no Estado da Bahia e integra a Associação São João Batista que tem todas as certidões.

“São 14 funcionários, temos Assistente Social, Técnica em Enfermagem, fora os voluntários que aqui atuam”, afirmou Ionan.

Vamos ajudar a Casa a se reerguer?! Clique acima, em "Contribua" e faça a sua doação (em boleto ou cartão de crédito).

A equipe da VOAA apura todas as vaquinhas publicadas na plataforma. Acompanhamos as histórias antes, durante e após finalizar as campanhas.

Outras dúvidas? Nos mande WhatsApp clicando aqui.

Parte I: os idosos terão um novo lar em breve, gente. Confira o post de momentos da reforma clicando aqui.