Vaquinha para tratamento do André, autista que passou 15 anos acorrentado


Com grau severo de autismo e sem acesso a um tratamento adequado, André Padilha, 30 anos, viveu acorrentado por 15 anos para se proteger de suas autoagressões. Foi a única maneira que a sua mãe, a dona Marisa Padilha, sozinha, encontrou para protegê-lo dele mesmo em Fernandópolis (SP) 💔.

Após sua história aparecer no Profissão Repórter em 2019, um grupo de profissionais se solidarizam com o seu caso e voluntariamente, por um ano e meio, ofereceram tratamento gratuito. 

Mas devido a pandemia, há 6 meses André está sem o tratamento que envolvia uma equipe multidisciplinar de psicóloga, fonoaudióloga, fisioterapia e equoterapia. “Os voluntários pagavam do próprio bolso, mas agora estão sem condições de continuar”, explicou a mãe.

André tinha que até deixado as correntes, infelizmente, está regredindo! A mãe entrou com um pedido pelo SUS para pagarem o tratamento, mas ele foi negado. Segundo a prefeitura, em 3 meses terão um novo espaço, onde conseguirão oferecer o tratamento adequado. Porém, não é certeza e nem o André pode esperar ainda mais.

Vivendo apenas com um pequeno benefício, e sozinha, cuidando do André e da mãe idosa, Marisa pede por socorro.

A vaquinha é para o André continuar seu tratamento por longos meses. Não vamos deixá-lo voltar naquela situação tão triste! Acompanhe sua história pelo perfil da mãe no Instagram: @marisa.padilha.908

 
O  valor mínimo da doação na plataforma é de R$25,00 por conta das taxas bancárias. Se você quiser, pode combinar com os amigos e dividir o valor entre vocês, que tal?
 
Sobre a nossa taxa: a Voaa consegue se manter com a comissão de 13% cobrada pelas campanhas na plataforma. Com ela, conseguimos remunerar os serviços de pagamento e anti-fraude, T.I, ferramentas e equipe que une suas forças para que as metas sejam batidas e os sonhos realizados. Todos os beneficiários participam da Voaa cientes dessa taxa. Saiba mais clicando aqui.

A equipe da VOAA apura todas as vaquinhas publicadas na plataforma. Acompanhamos as histórias antes, durante e após finalizar as campanhas em nossas redes sociais. Acesse todos os desfechos também pelas matérias no site do Razões clicando aqui.

Problemas com pagamentos? Envie e-mail para [email protected] ou clique no balãozinho ao lado no nosso chat.